Lançamento do 1º Máximo Postal do Santuário do Caraça

Postal máximo ou máximo postal é uma peça filatélica constituída de 3 elementos, em que todos eles se referem sobretudo ao motivo do selo aposto no cartão, são eles: cartão-postal, selo e carimbo.

No 28 de novembro a EB Correios lançou o selo personalizado, carimbo comemorativo e cartão-postal alusivos aos 240 anos do Santuário do Caraça, que fica no município de Catas Altas.

O complexo do Caraça, mostrado nas peças filatélicas, compreende a construção da Igreja de Nossa Senhora Mãe dos Homens do irmão Lourenço de Nossa Senhora nas terras que Dom João VI, que recebeu em testamento e transferiu para a congregação da missão, além dos novos prédios construídos para o colégio do Caraça e o seminário, que existiram respectivamente de 1820 a 1912 e de 1820 a 1968, quando um incêndio acidental destruiu o prédio ocupado pelos alunos e que foi parcialmente reconstruído, onde hoje funcionam o museu, a biblioteca e o centro de convenções.

O Caraça hoje é um reconhecido e conceituado centro de peregrinação, cultura, turismo, educação e preservação ambiental.

O selo personalizado contém a imagem da vista do conjunto do Caraça, fotografado do Morro do Cruzeiro pelo Padre Lauro Palú, seu diretor, porque dali pode ser apreciada a magnífica solidão e a admirável solidez da edificação.

O carimbo, além do complexo também retrata um símbolo típico do Caraça: o lobo-guará.

carau00E7a4

Maria Cristina, padre Luis Carlos, Mauro, Nívia, Vádina, padre Lauro Palú diretor geral do Caraça, Pedro Amengol dir. Correios MG, Bruna Fraga, Adriana Rumão, Pollyne e Graziele Sales gerente da AC Itabira, presenças marcantes no lançamento do Máximo Postal..

carau00E7a3

Padre Lauro Palú, bate o primeiro carimbo no Máximo Postal do Caraça.

carau00E7a7

Padre Luis Carlos diretor administrativo do Santuário, Bruna Fraga, gerente da
AC Santa Bárbara e a funcionária Pollyne, também da EB Correios.

Edição Especial – Dezembro 2014 – Jornal Voz do Caraça
Reportagem: Francisco Emery

Deixe aqui o seu comentário: