Pico do Sol

VOLTAR

pico do sol 01

Para aqueles que ousam desafiar os limites do corpo, a Serra do Caraça possui sete picos: Pico do Sol (o mais alto da Cadeia do Espinhaço, 2072m), o Pico do Inficionado (2068m), o Pico da Carapuça (1955m), o Pico da Canjerana (1890m), Pico da Conceição (1800m), Pico Três Irmãos (1675m) e o Pico da Verruguinha (1650m).

É bom ressaltar que para vencer os obstáculos naturais destas trilhas, que minam a resistência de quem se arrisca, é preciso ter bom preparo físico, boa coordenação motora e estar acompanhado dos Guias Cadastrados no Caraça.

Segundo alguns, “o coração parece saltar pela boca”. No entanto, todo esse esforço é recompensado pelas paisagens indescritíveis e pelas belezas típicas de cada pico. Somente quem vence a montanha pode descrever, se houver palavras, a sensação própria de cada subida e da vista que se pode contemplar.

O Pico do Sol na voz e no coração dos Guias

“O início da caminhada para o Pico do Sol é suave: são 2 km até a Cascatinha, uma das pérolas do Caraça. A subida começa por ali, exatamente onde o acompanhamento dos Guias começa a ser imprescindível e onde os próprios Guias começam a observar e avaliar melhor as condições físicas e a destreza das pessoas.

Ao atravessar o riacho no topo da Cascatinha, não há quem não pare para apreciar a vista deste mirante, com suas piscinas naturais refletindo o azul do céu antes da queda d’água. É simplesmente fascinante!

Após a travessia de uma mata e de um pequeno platô, inicia-se a subida mais exigente. À medida que se vão superando os obstáculos rochosos, o grau de dificuldade vai aumentando até atingir um outro platô, um grande mirante, o portal de entrada para o vale do Pico. A subida torna-se, então, mais suave, mas o vale é longo. Ora se caminha pelo leito rochoso do riacho que existe ali, apreciando suas corredeiras e piscinas, ora pelas margens que desenham sua sinuosa formosura.

Mesmo com o cansaço físico, devido ao longo percurso e às dificuldades do caminho, a exuberante beleza do vale nos impele e encoraja a continuar. No fim do vale, um abrigo em forma de concha, uma parada para descansar, reabastecer os cantis e se preparar para a última etapa, o ataque final.

Novamente uma subida íngreme e logo se chega ao topo do majestoso Pico do Sol, o cume da Cadeia do Espinhaço, depois de percorridos pelo menos 10 km. Um misto de realização pessoal e visão transcendente permeia e envolve aqueles que ali chegam”.

Clique aqui e envie o seu depoimento para o site do Caraça.

Galeria de Fotos:

NOTA:
Este atrativo natural está inserido na Zona de Proteção da Unidade de Conservação RESERVA PARTICULAR DO PATRIMÔNIO NATURAL SANTUÁRIO DO CARAÇA, conforme documento aprovado pelo ICMBio, Portaria Nº 189/2013.

Na Zona de Proteção da RPPN Santuário do Caraça a visitação restringe-se até 11 pessoas por dia, considerando o guia ou condutor cadastrado no Santuário do Caraça.