Brother Lourenço´s Chapel

BACK

ermida

A construção inicial do Irmão Lourenço de Nossa Senhora não foi a igreja neogótica que hoje pode ser visitada e contemplada no Santuário do Caraça. Construída no final do século XVIII, sua igreja era, na verdade, uma Ermida, uma pequena capela barroca para uso dos ermitães e dos peregrinos que já subiam a Serra do Caraça em seu tempo.

Principais Datas

1774 : Construção de uma pequena capela de madeira, onde, no dia 10 de agosto, dia de São Lourenço, rezou-se uma Missa para romeiros e operários.
1775 : marco da construção da Ermida de Nossa Senhora Mãe dos Homens, utilizada até 1876, quando foi desmanchada para a construção da atual igreja.
1779 : a 16 de janeiro, chega de Mariana a licença para a bênção da Ermida, que só ocorreu no dia 2 de março de 1789.

Descrição da Ermida e do Hospício de Nossa Senhora Mãe dos Homens

De cada lado da Ermida havia uma construção de dois andares, com seis janelas cada uma, para a hospedagem de religiosos e romeiros. Em torno da capela, havia um corredor em forma de ferradura, com altares representando alguns passos da Paixão de Nosso Senhor. Do lado esquerdo, havia o claustro, com uma pequena torre e seu sino. Em frente à Ermida, havia um adro, cercado por balaústres e uma escada de 18 degraus. A entrada da Ermida tinha dois pilares que sustentavam a tribuna, onde ficava um antigo órgão.
Os mais belos altares da Ermida ficavam bem próximos à porta principal, um voltado para o outro. À esquerda, ficava o corpo de São Pio Mártir, e à direita, imagens representando episódios da Paixão. Ambos os altares foram dourados pelo Mestre Ataíde, assim como os dois púlpitos.
A pequena Ermida, que ia até mais ou menos a terceira coluna da atual igreja, comportava, no máximo, 100 pessoas, de acordo com a descrição do botânico Auguste de Saint-Hilaire, que esteve no Caraça em 1816.