Clima

(Alecir Antonio Maciel Moreira & Carla Cristina Alves Pereira)

A morfologia do relevo da Serra do Caraça pode ser descrita como sendo um vale, de fundo relativamente plano e pouco ondulado, cortado pela bacia do ribeirão Caraça, de característica sedimentar. Desníveis abruptos separam o fundo do vale das cristas circundantes cuja altimetria atinge os 2072m, no Pico do Sol. A altimetria do relevo determina a amenização da tropicalidade do clima regional por atuar como uma barreira natural.

A topografia da RPPN Santuário do Caraça desempenha um papel fundamental na organização da circulação atmosférica local e na configuração de pequenos domínios climáticos, frutos da interação entre as condições naturais que incluem a vegetação, propriedades físicas do solo, etc e das condições impostas pela intervenção humana, neste caso as instalações do Caraça.

Observações Pluviomêtricas da RPPN Santuário do Caraça
CPRM ALTURA DIÁRIA DE CHUVAS (mm)
SUREG: BH CÓDIGO: 2043059 ROTA: 19
ESTAÇÃO: COLÉGIO CARAÇA SUB-BACIA: 56 MUNICÍPIO: SANTA BÁRBARA
MÊS 2009 2010 2011 2012
JANEIRO 476,71 206,85 320,9 486,8
FEVEREIRO 213,94 38,20 161,4 54,1
MARÇO 256,15 310,8 325,21 116,2
ABRIL 87,22 75,3 69,2 39,3
MAIO 40,7 57,6 26,2 51,0
JUNHO 43,4 3 17,7 20,1
JULHO 7,5 5,1 0,3 0,9
AGOSTO 11,7 0 1 18
SETEMBRO 78,4 70 8,9
OUTUBRO 343 127,3 176,8
NOVEMBRO 204,56 293,61 513,82
DEZEMBRO 591,10 274,35 868,4
TOTAL 2.354,38 1.462,11 2.489,83

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

Postar Comentário